GRUPO DE ORAÇÔES!

A lei da consequência

A lei da consequência

A lei da consequência

Não se deixem enganar: (…). Pois o que o homem semear, isso também colherá” (Gálatas 6:7).

Imagine que uma criança diga: “Eu não tive a intenção de quebrar a janela”. Então você responderá: “Mas você atirou a pedra que quebrou o vidro, certo? Então, você vai pagar pelo conserto!”.

E quando essa criança paga pelo que fez, ela aprende um princípio que poderá salvá-la de consequências maiores no futuro. Foi por isso que Deus, que é um Pai muito amoroso, inventou a lei da consequência – para o nosso benefício. Lembre-se disso:

1) Suas decisões determinam o tipo de colheita que você colherá – Adão e Eva podiam escolher se queriam ou não obedecer a Deus, mas eles não poderiam escapar das consequências da sua escolha. “Pois o que o homem semear, isso também colherá”. A você também foi dado o poder de escolher o certo ou o errado; então guarde a Palavra de Deus no seu coração para fazer as melhores escolhas;

2) Suas decisões impactam as outras pessoas – Talvez você não teve a intenção de machucar ninguém, mas as feridas causadas por uma palavra no momento errado ou por atitudes impensadas, podem demorar a curar e você não pode fazer nada.

Leia Mais: Não seja uma pessoa preocupada

A Bíblia conta que, depois de conquistar Jericó, um homem chamado Acã desobedeceu uma ordem e roubou alguns despojos, fazendo com que o exército de Israel fosse derrotado em uma importante batalha. Mais tarde, Josué o confrontou: “Por que você nos causou esta desgraça?” (Josué 7:25). Então, antes de agir, você deve analisar se alguém poderá se machucar pela sua decisão. Será que os seus filhos, cônjuge, amigos, igreja, serão abençoados ou prejudicados por sua escolha?;

Leia Mais: A visão de Jesus sobre os perdidos

3) O perdão não cancela as consequências de sua decisão – Deus ouve sua confissão, te perdoa e joga os seus pecados no mar do esquecimento, mas a lei da semeadura ainda continua em vigor. Veja a consequência que Davi sofreu ao se deitar e engravidar uma mulher casada: “Então Davi disse a Natã: ‘Pequei contra o Senhor!’ E Natã respondeu: ‘O Senhor perdoou o seu pecado. Você não morrerá. Entretanto, uma vez que você insultou o Senhor, o [seu filho] morrerá’” (2 Samuel 12:13,14). Então, se você não quer sofrer más consequências, não plante sementes ruins.

Fonte: Pastor Antônio Junior

Um comentário em “A lei da consequência

  • Pingback: Desperte o poder de Deus - Palavras de Deus que Edificam

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: